Procurar por:
O bochicho da vila – Dona Léia e seu marido

O Estevão Armando Ferreira Moreira da Silva era um sujeito benquisto na vila onde morava, com a mulher. Mulato e forte, trabalhador honesto, tinha os filhos crescidos, já saídos de casa. O Estevão era um faz-tudo, pintura, encanamento, pedreiro, jardinagem, tudo bem feito e a preços justos, enfim, ele era por isso muito conhecido e popular na vila. A mulher, Dona Léia, era faladeira, e assim começa a estória. 

Pois um belo dia o prefeito da cidade veio visitar a vila. Aconteceu que o Estevão estava na rua e o prefeito o confundiu com algum conhecido, e como todo bom político, o abraçou efusivamente, e o Estevão, educadamente, retribuiu o gesto, mesmo sem entender o porquê da coisa. A partir daí, quando o Estevão saía da vila, seja para pescar ou para ir a algum encontro na cidade, a sua mulher fazia um bochicho que ele estava conversando algo importante com o prefeito. Ela inventou a estória que o prefeito queria que o Estevão se candidatasse a vereador, e pediu confidencialidade a suas amigas.

Bastou lançar a estória na cabelereira, e na manicure. A informação se espalhou como o vírus. Era um dos hubs do podcast da vila, um dos eventos super-spreader. Quando o Estevão foi cortar o cabelo num dos três salões da vila, já foi recebido efusivamente pelo barbeiro, o Osmar, que já sabia da estória, e já foi estendendo o melhor avental, lavado e passado, para cobrir Estevão em preparação ao corte de cabelo. Caprichou na afiação da navalha no couro, e cortou o cabelo com a navalha, o que normalmente fazia apenas aos graduados. Quando o Estevão disse que esperava apenas um corte com tesoura, mais barato, o Osmar disse: “Não se preocupe, Estevão, deixa comigo,  só não te esqueças da gente aqui!” O Estevão não sabia do que o Osmar falava, mas respondeu: “Que é isso, Osmar, tu me cortas o cabelo há pelo menos 25 anos, como é que vou me esquecer de ti?” ao que o Osmar respondia com uma piscadela de olho. Como tratavam isso confidencialmente, entendendo que esses assuntos não podem vazar antes da hora, o segredo persistiu por muito tempo. O salão do Osmar era o outro epicentro do zum-zum-zum da vila. Afinal, quem não tem o que fazer, fica feliz com o bochicho.

Pois cabelereira, manicure e barbeiro sabem da vida de todo mundo, e, em pouco tempo, o zum-zum-zum foi aumentando de tom e em volume, de modo que em duas semanas o Estevão já tinha o posto de vice-prefeito ou de deputado assegurado. Felicidade na vila, que por muito tempo se ressentia de não ter representação em governo algum. Iriam finalmente deixar de serem abandonados.

E, em pouco tempo, o bochicho ultrapassou os limites da vila e chegou a um assessor do governador.  Como bom assessor, era ambicioso, e, como não tinha trabalho para mostrar, abraçou o bochicho da vila, levando a informação ao governador que havia um sujeito popularíssimo chamado Estevão naquela vila, que, sozinho, poderia desequilibrar qualquer eleição. O governador enviou um par de asseclas, um homem e uma mulher, para investigar, e, na vila, foram com roupas simples, o homem, sem ter barbeado, e a mulher, sem maquiagem, justamente, conversar nos hubs de informação: o instituto de beleza e o salão do barbeiro. Logo, logo, corroboraram a informação, suas contrapartes felizes em compartilhar com esses novos clientes suas informações e sabedorias.

Enquanto isso, começaram a chover presentes na casa da Léia e do Estevão. Cachorrinhos, gatinhos, passarinhos e ordens de serviço, de tanto trabalho que o Estevão teve que compartilhar com outros faz-tudo. O que o fez ainda mais popular entre seus colegas e concorrentes.

Voltando ao governador, conversando entre si, valorizaram o seu serviço, revestindo de ouro suas tarefas, um com o outro, antes mesmo de reportar ao governador, de modo que quando se reuniram com o governador, o Estevão estava num novo pedestal de popularidade, e para prova real, falaram do testemunho dos outros faz-tudo da vila.

O governador para não perder o hábito de puxar o saco dos poderosos, levou a estória ao presidente, sabendo que este justamente precisava de mais votos nessa faixa social, já que entre os ricos o presidente já estava consolidado. A estória que o governador levou ao presidente foi de tal forma dourada que não restou dúvidas ao presidente: “Esse é o cara, preciso dele.”

A Léia gostou disso, orgulhosa de sua criatividade, exceto quando as gostosas da vila começaram a jogar beijinhos para o Estevão. Este, sem entender bem, fez a sua parte num motel vizinho, mas achou as mulheres muito oferecidas, fingindo um gozo interminável, e aos poucos ia deixando as oferecidas pro lado, não antes de provar o gostinho do mel.

Quando o Estevão viu, estava em Brasília, como Secretário Especial de Assuntos de Vilas, sob o Ministério da Cidadania, e a Dona Léia foi ensinada a ser nomeada Assessora Especial do Ministro, dada sua proclividade em comunicação. Ambos com salários de duzentos mil reais mensais, com direitos a 15 salários anuais e a 45 dias anuais de férias, com viagens e estadias pagas à cidade de origem. Mas nunca fizeram a viagem. 

É isso, quem conta um conto aumenta um ponto.

Adequação da saúde pública para atendimento aos sobreviventes do tráfico humano

São inegáveis as maléficas  consequências a curto e longo prazo para a saúde do indivíduo, assim como o peso do tráfico humano para a saúde pública. Especialistas de todo o Mundo reconhecem os efeitos nefastos na saúde causados pelo tráfico humano. 

O Protocolo de Palermo que foi elaborado em 2000 e entrou em vigor em 2003, orientou os Estados Membros a disponibilizarem assistência médica e psicológica aos sobreviventes do tráfico humano. 

 Se faz necessário que profissionais de saúde médica e comportamental estejam preparados para cuidar dessa população de alto risco, incorporando treinamentos específicos sobre o tráfico humano para compreender melhor a dinâmica desses criminosos e os efeitos sobre as vítimas, aperfeiçoando assim, o atendimento e promovendo a prevenção. Oferecer atendimento médico especializado para reduzir o risco de retraumatização, compreender a dinâmica , modus operandi, os aspectos culturais e da linguística apropriada para construir confiança, fortalecer um diálogo aberto e respeitoso com os sobreviventes, devem ser o alvo a ser perseguido pelos profissionais de saúde. 

Há também, as redes de hospitais, instituições pública e privadas, universidades e organizações comunitárias que integram as ações e esforços de prevenção ao tráfico humano e tem desenvolvido parcerias e ações inovadoras objetivando fornecer cuidados de saúde especializados e abrangentes aos sobreviventes. 

Algumas práticas promissoras sugeridas que podem ser seguidas:

 Fornecer cuidados informando sobre o trauma, entendendo, respeitando e respondendo adequadamente a como o tráfico humano e outros tipos de trauma afetam a vida, o comportamento e a percepção de um sobrevivente.

 As clínicas devem ter como objetivo fornecer um ambiente seguro para os sobreviventes, no qual todos os funcionários são treinados no envolvimento dos sobreviventes, reconhecem seus direitos e responsabilidades e divulgam as políticas de confidencialidade e relatórios.

 A presença de um traficante pode afetar a capacidade do paciente de falar abertamente com os profissionais médicos, portanto, os provedores devem ter procedimentos para separar um paciente de um traficante em potencial.

 Se necessário para fins de linguagem, o provedor deve usar um intérprete profissional treinado para interpretar as informações de forma adequada e sem julgamento, para garantir que as informações sejam precisas e não estigmatizantes quando aplicável.

 As clínicas devem estar cientes das maneiras pelas quais os cuidados médicos podem traumatizar um sobrevivente, como por meio de procedimentos invasivos, remoção de roupas, questões pessoais constrangedoras ou angustiantes, o sexo do profissional de saúde e a dinâmica de poder da relação médico / paciente. Capacite os pacientes discutindo o consentimento informado, deixando claro que os serviços clínicos são voluntários e esclarecendo que os pacientes têm o direito de aceitar ou recusar recomendações de cuidados.  O tratamento para sobreviventes deve apoiar a agência, a cura e a recuperação, e não simplesmente impor um tratamento.

 Compreenda que os sobreviventes do tráfico podem precisar de serviços adicionais de cobertura.  Os prestadores de cuidados de saúde devem estar preparados para encaminhar os sobreviventes a uma rede de recursos para apoiar as necessidades não médicas, como alimentação, abrigo, administração de dinheiro e assistência jurídica.

 Os sobreviventes vêm de todas as origens nacionais, culturais, religiosas e linguísticas.  Para tratar os sobreviventes, os provedores devem fornecer serviços cultural e linguisticamente apropriados, contabilizando não apenas os desafios de interpretação / tradução, mas também estilos de comunicação variados, expectativas de cuidados de saúde, dinâmica de poder e níveis de confiança.  Como o tráfico de pessoas pode ocorrer internamente ou transnacionalmente, os provedores devem levar em consideração a origem geográfica única do sobrevivente.

 Fornecer uma avaliação de saúde abrangente sempre que possível e com o consentimento do sobrevivente.  Certifique-se de que o sobrevivente receba informações abrangentes antes de um exame ou plano de tratamento.

 Deve haver clareza sobre o que será feito com o prontuário do paciente e quem terá acesso a ele.

 Como esta pode ser a única vez que um sobrevivente consulta um profissional médico, fornecer uma avaliação de saúde básica pode ser crítico.

Tempo extra deve ser alocado para examinar os problemas médicos identificados pelo paciente.

Em consonância com as citadas diretrizes acima  para  cuidados de saúde com os  sobreviventes do Tráfico Humano, a Hope & Justice Foundation em parceria com a People Who Make a Difference Foundation irá inaugurar em breve aqui na Florida , o Ararat Safe Harbor – A New Beginning, uma proposta diferenciada em Abrigo para Mulheres e Crianças Vítimas do Tráfico Humano e da Violência Doméstica. O Ararat Safe Habor – A New Beginning resumidamente se propõem através de equipes multidisciplinares de profissionais legalmente habilitados as seguintes ações: 

• Proteger mulheres, crianças e adolescentes e prevenir a continuidade de situações de violência doméstica e do tráfico humano;

• Propiciar condições de segurança física e emocional e o fortalecimento da autoestima dos sobreviventes;

• Identificar situações de violência, velada ou denunciada, e suas causas para ampliar o conceito de acolhimento de forma integral às mulheres e filhas (os);

• Possibilitar-lhes a construção de projetos pessoais visando à superação do ciclo de violência;

• Proporcionar-lhes o desenvolvimento de capacidades e oportunidades para o desenvolvimento de autonomia pessoal e social;

• Promover-lhes o acesso à rede de qualificação e requalificação profissional com vistas à inclusão produtiva;

• Propor um novo modelo de casa-abrigo que mude o paradigma do acolhimento institucional na cidade,  no Estado e no País.

Em breve, estarei anunciando aqui a data de inauguração desse grandioso projeto em favor dos sobreviventes do Tráfico Humano. Se você quer saber mais sobre os Projetos de Conscientização , Prevenção e Combate ao Tráfico Humano da Hope & Justice Foundation acesse www.hopeandjusticefoundation.org 

Focus Brasil Foundation lança a AILB

A Focus Brasil Foundation anuncia a criação da Academia Internacional de Literatura Brasileira: AILB, fundada em 12 de setembro de 2020. Trata-se de uma entidade de caráter cultural, sem finalidade lucrativa, cujos objetivos são:

• Estimular e promover a literatura brasileira, cultura, as ciências sociais e as artes do Brasil no exterior;

• Contribuir para a preservação da memória de escritores brasileiros;

• Apoiar iniciativas e eventos literários, socioculturais desenvolvidos pela Focus Brasil Foundation na formulação e implementação de políticas culturais de interesse da comunidade brasileira no exterior;

• Colaborar com estudos e pesquisas, programas e projetos sobre a memória e a história cultural da Literatura Brasileira no exterior;

• Fomentar a cooperação e o intercâmbio entre academias e entidades congêneres.

A Academia Internacional de Literatura Brasileira conta com 10 membros honorários que foram determinados pelo Voto Popular no FOCUS BRASIL NEW YORK/Encontro Mundial de Literatura Brasileira. Foram 120 nomes listados em duas categorias, Ficção e Não-ficção, gerando 6 vencedores, 3 em cada categoria com um surpreendente total de 25.333 votos enviados este ano pelo público em geral para selecionar os Destaques Literários da ACADEMIA INTERNACIONAL DE LITERATURA BRASILEIRA

Esses seis vencedores se juntaram aos 4 previamente selecionados pela direção do evento, e formam o grupo de dez premiados na edição 2020, além do que, serão incluídos na Galeria de Honra da Academia Internacional de Literatura Brasileira.

Esta galeria já inclui os três premiados na edição de 2019: Sylvio de Abreu (dramaturgo e Diretor de Teledramaturgia da Globo), Domício Coutinho (criador da Biblioteca Machado de Assis, em NY) e Else R. P. Vieira (pesquisadora da Quenn University of London).

Confiram os vencedores da edição 2020:

Atualmente a Academia Internacional de Literatura Brasileira já conta com mais de 150 membros inscritos. A Academia é constituída por autores brasileiros, de todo e qualquer tipo de produção literária, que serão inseridos no espaço virtual da Academia.

Os membros são aceitos mediante inscrição no site oficial da Academia e, posteriormente, são solicitados a enviar uma foto pessoal e fotos de capas dos seus livros já publicados. Esses itens são mandatórios para legitimar a inclusão na Academia.

A oficialização dos integrantes aprovados ocorre no site oficial. Cada escritor escreve um texto com até 100 palavras sobre o seu próprio trabalho, num formato de minibiografia que estará disponível na página digital da Academia.

Os membros terão acesso prioritário aos eventos produzidos e promovidos pela Academia. Também poderão votar na escolha dos vencedores do Destaque Literário da Academia Internacional de Literatura Brasileira, dentro do evento Focus Brasil.

A Direção Geral da AILB é dividida pelos fundadores: Carlos Borges (CEO do Focus Brasil Foundation) e Nereide Santa Rosa (CEO da Underline Publishing) e Coordenadora do Focus Brasil NY – Encontro Mundial de Literatura Brasileira

Os integrantes da Academia – respeitando os valores éticos da entidade – podem utilizar o logo oficial que será fornecido exclusivamente pela própria Academia aos seus membros. Podem votar e serem votados anualmente nos Destaques Literários da AILB e participarem dos eventos da Academia em condição prioritária.

Se você é escritor brasileiro, publicou seu livro participou de antologias, você pode se inscrever gratuitamente na Academia Internacional de Literatura Brasileira acessando este endereço: http://focusbrasil.org/academia-internacional-de-literatura-brasileira/

Kleiton & Kledir (Músicos/Escritores)
João Paulo Guerra Barrera (Escritor infantil)
Luís Eduardo Salvatore (Escritor e Fotógrafo)
Joyce Cavalccante (Escritora
Clara Arreguy (Escritora)
Fernanda do Valle 
(Escritora/Fotógrafa)
Chris Hermann (Escritora)
Geraldo Peçanha de Almeida (Escritor)
Heloísa Schurmann (Escritora/Ativista)
Márcia Kambeba 
IPhone 12 chega ao mercado com inovações relevantes?

Oi meus techspectadores de plantão, yes, lançamento do Iphone 12 chega com tudo, será que teremos inovações a la maca desta vez?

Vi alguns colegas falando: será que Steve Jobs iria gostar de tanta variação de modelos de telefone no mesmo lançamento?

Nossa queridos, eu queria muito ver o que o careca iria inventar neste ano tão cheio de novidades como nosso histórico twenty-twenty! (20-20)

Mas vamos ao que interessa, vamos aos rumores, e queria muito que você comentasse em nossas redes sociais no que vou acertar e no que vou errar! hahahah.

Não será tudo que vi e ouvi sobre o novo aparelho que vou falar aqui, somente o que eu acho que está bastante seguro de acontecer. Então, vamos a lista.

Bordas planas inspiradas no Iphone 4, isso mesmo, lembra daquela lateral de alumínio com os botões redondinhos, claro que os botões não, mas a borda tem grandes chances de vir assim.

Olha, te digo, eu achava um charme aquela borda, tem até fotos profissionais em um ensaio do meu falecido Ip4, e a borda sempre me agradou, dava um ar de seriedade e qualidade.

E foi justamente esta falta que senti, com esta nova geração de bordas suavizadas, apesar da robustez do vidro por conta da recarga sem fio, vou falar, se vir plano, será um charme!

Ainda mais com as nossas queridas 3 câmaras, que vou agora iniciar o novo rumor, resolução, e sensores, onde acredito que poderíamos contar com 64 MP (mega pixels) nas versões premium do aparelho

Dizem as curiosas línguas que esta resolução vem para combater o estonteante aparelho da saudosa Sony, com uma câmara de sensor gigante também, aproveitando o know how da marca no setor de câmaras digitais.

Mas não vou parar de falar de sensores ainda, a grande novidade será o posicionamento do sensor LiDAR que se poderão equipar os telefones, e trarão grande frustração por parte dos amantes da marca se ausentes no lançamento, todos estão falando do tal dispositivo, que vem sendo um divisor de águas na área da realidade avançada, emergindo o usuário em uma experiência muito mais marcante! Vi protótipos que sugerem até um quarto círculo dentro do setor das três já existentes câmaras, formando assim, o mais famoso meme do Iphone de todos os tempos, onde se comparam as câmaras com bocas de fogão! Muito legal fala sério! lol!

Se o famoso fabricante implantar este tipo de sensor nos novos aparelhos, a indústria de AR (Realidade Aumentada) galopará ao sucesso num avanço nunca visto, pois as capacidades de computação dos nossos aparelhos parecem que vão sofrer atualizações, tornando o processamento muito mais potente. Mas antes de falar do processamento, preciso frisar o rumor sobre as versões,  vamos lá.

Há fortes indícios que os telefones serão apresentados em 4 versões, todos falam 3, mas virá também uma, não considerada versão ou chamada de Mini, que supõe uma atualização do modelo SE, distribuído em mercados de países com complicações nas importações, altas taxas de impostos e altíssimos preços nas lojas locais, com uma promessa utópica da oferta 5G ainda neste milênio, conhece este país? (Emoji com a mão na testa pra você também!) Isso mesmo, uma versão sem a tela OLED, e sem a capacidade 5G, possibilitando a oferta do fabricante de um produto mais barato, competitivo, que abrace um mercado de linhas de entrada onde ainda não se tem uma data prevista para o 4G se tornar obsoleto.

E já que falamos de tela OLED, as outras versões contarão com a tecnologia OLED para as telas e a famosa taxa de atualização de 120Hz, que faz com que os movimentos das imagens e animações sejam mais fluidos, ótimo para Gamers e péssimo para a bateria, porém, apesar de consumir mais de um lado, a estrutura OLED tem mais economia, tornando elas por elas neste quesito, mas temos novidades na bateria, que eu também acredito que os caras possam oferecer algo que carregue totalmente em 45 minutos, por ser de 20W, outro rumor, que também acho justo acontecer.

Será que desta vez, teremos a tão sonhada e prometida autonomia de um dia inteiro de carga em nossos novos foguetinhos, gente? Vamos vendo né!

Coisas super esperadas também estão no sensor de digital integrado na tela, sonho antigo (tipo 2 anos) de muitos, e agora mais que sugestivo por conta da dificuldade das máscaras, e um reconhecimento facial 3 vezes mais rápido, que pra mim não seria mais que a obrigação, do sensor 30% mais rápido e uma atualização de software mais econômica de energia, e muito mais segura.

Por fim, aquela pequena aba preta, pendente na tela frontal, que abriga os sensores variados de nossos desejáveis, promete ficar menor, chamada de Notch, a área recebeu atualizações para melhor aproveitamento da tela que esperamos tanto, tantas revoluções e muitas experiências por vir.

Um detalhe interessante é que não falaram nada sobre o Touch 3D e nem das bordas da nova e tão esperada parte. 

Vamos vendo né, assim espero, ficar de queixo caído! Amei não atualizar pro 11. lol! Parece que meus anjos da guarda geeks, me deixaram esperar mais um pouquinho! hahahaha

As últimas questões também vêm dentro da caixa, onde estão falando muito que não virá com carregador e nem fones de ouvido, com a desculpa de baratear o dispositivo, que promete preços parecidos, mas com tanta novidade, deveria ser mais caro, saindo ainda mais do “normal” em preço de celular, onde a marca sempre teve vantagem em poder cobrar mais caro, fazer história tem suas vantagens meu caro leitor! O cabo também, depois de tanto tempo, nos parece que virão trancados, em tipo tecido, cá entre nós, até na banquinha próxima você encontra cabos melhores e não licenciados do que estamos recebendo quando compramos um aparelho novo. Este dois últimos, se a turma da maca não pensou, acredito que vão executar, de tanto que se falam nestas mudanças!

Olha, vou ficando por aqui, vejo vocês na fila do lançamento okay? Por favor, façam memes, e piadas sobre o que acertei aqui e o que errei, esta resenha pode varar a noite e pode ser muito divertida!

Espero que esta nova versão traga o saudoso tempo dos lançamento dignos de aplausos da empresa, que se mostra cada vez mais desafiadora e carente da presença de o seu gênio fundador!

Lembranças e saudades nos Pomares da Inovação Celestial! 

Os Gatos domésticos

O convívio entre o homem e o gato existe desde 4 mil anos antes de Cristo. Foram encontrados afrescos e pinturas funerárias de gatos caseiros das primeiras dinastias egípcias. Na Índia, o gato foi, aproximadamente, amansado na mesma época que no Egito. A China já conhecia o gato-caseiro mil anos antes de nossa era, o Japão um pouco mais tarde.

Na Idade Média foi, de um modo geral, hostil aos gatos, que eram associados às feitiçarias e considerados criaturas diabólicas. É desta época que parte a maioria das superstições, das quais algumas chegaram aos nossos dias.

Animal livre, o gato é independente e voluntarioso. A reação do gato é muito diferente do cão, quando ele defende seu território é unicamente contra os outros gatos, nada mais lhe importando. Como os outros carnívoros marca o seu território urinando nos limites do mesmo, inclusive na cama do dono e, isso tem signifi cação apenas para os outros gatos.

O gato-caseiro é um animal gracioso, limpo e simpático de movimentos harmoniosos, tem uma agilidade surpreendente. Seus passos são flexíveis e medidos, e ele se apóia com suavidade sobre as acolchoadas patas. Suas unhas retráteis tornam a marcha perfeitamente silenciosa. Quando perseguido ou assustado, ele pode deslocar-se rapidamente por meio de uma série de saltos que o põe fora de perigo. Mas, em terreno plano e descoberto, sua corrida é bem menos rápida que a do cão. E é por esta razão que ele em geral tenta subir em árvores ou escalar muros com a ajuda de suas garras.

Qualquer que seja a maneira que ele caia, o gato consegue sempre aterrar sobre as patas, graças ao seu senso de equilíbrio, que permitem que ele se contorça no ar. Se a queda é grande a cauda funciona como leme. O gato também sabe nadar, mas só o faz excepcionalmente.

Para se expressar, o gato-caseiro dispõe de um vocabulário bem diversifi – cado cheio de miados, ruídos, assobios, gritos, espirros e sopros variados, capazes de expressar prazer, pesar, desprezo, medo, cólera, ameaça, namoro, etc.. A maioria dos gatos emite um som muito especial para saudar o dono, e todos sabem que um gato satisfeito ronrona. O miado é dirigido exclusivamente às pessoas e nunca aos outros gatos.

O tato, a visão e a audição são os sentidos mais desenvolvidos do gato. O olfato é menos sensível. Os pêlos de seus bigodes são órgãos táteis muito sensíveis. As patas têm, igualmente grande sensibilidade tátil. A visão é excelente, tanto de dia como de noite, pois sua pupila vertical tem grande poder de dilatação e contração, segundo a intensidade da luz; mas ele é capaz de perceber objetos numa luz muito fraca. Sua audição é ainda mais aguda. Reage, aproximadamente, como a do homem, a freqüências inferiores a 2.000 ciclos por segundo. Mas na gama dos agudos percebe sons correspondentes a 60.000 c.p.s, enquanto o limite humano é de 20.000 c.p.s.

O gato é um animal muito limpo e, limpa o seu pêlo cuidadosamente, lambendo e alisando incansavelmente do pescoço à extremidade da cauda. Oculta cuidadosamente os excrementos com terra ou serragem preparada para esse fim e que deve ser renovada todos os dias.

Ao contrário do cão o gato é um animal essencialmente individualista, altivo e solitário e, ele nunca se submete a seu dono. Esse caráter independente valeu-lhe uma reputação muito justifi cada de desobediente. O gato também é de natureza prudente. Jamais se aventura a fazer algo sem tomar precauções. A atitude de arquear o dorso e eriçar os pêlos é uma atitude para intimidar o adversário fazendo com que se parece maior do que realmente é.

REPRODUÇÃO

A gata é fecundada geralmente pela primeira vez aos cinco meses. É com essa idade que ela tem o seu primeiro cio e se torna sexualmente adulta. O cio dos gatos não tem período determinados. Nos climas temperados os acasalamentos são mais freqüentes durante a primavera e podem durar de três dias a três semanas. Se a fêmea não é fecundada, ela começa imediatamente um novo período de cio. Na época da reprodução, a gata emite um grito característico e de grande alcance que alerta todos os machos da vizinhança. O comportamento, nessa época, tanto do macho, como da fêmea, muda completamente. O animal se torna subitamente selvagem, inquieto, e vaga de dia e de noite à procura de seu companheiro (ou de sua companheira). Todos nós já fomos acordados alguma noite por seus gritos que lembram o choro de uma criança. Os machos lançam a combates implacáveis para resolver apenas a questão da precedência, uma vez que, no fim das contas, a fêmea será servida, a curtos intervalos, por todos os machos. A gata pode dar à luz, numa mesma ninhada, a fi lhotes originados de vários machos, podendo cada um deles ser de um pai diferente.

A gestação dura em média 62 dias, mas também nisso o gato é individualista, e ela pode variar de 59 a 69 dias. A mãe prepara com antecedência um leito macio e confortável num lugar tranqüilo. Seu instinto faz com que ela esconda a prole de modo que o pai não descubra, pois ele não hesitará em devorá-la.

Na hora do nascimento, cada gatinho nasce num envoltório que a mãe rompe ao limpar o filhote, ela come a placenta o que estimula a produção de leite. Ela não se contenta em apenas amamentar seus filhotes, mas passa grande parte do tempo a lambê-los e lustrá-los com sua língua áspera. A gata é uma excelente mãe e, é ainda capaz de amamentar cachorrinho, coelhinho e mesmo ratinhos órfãos.

FILO: Chordata

CLASSE: Mammalia

ORDEM: Carnivora

FAMÍLIA: Felidae

GESTAÇÃO: Média 62 dias

CRIAS POR ANO: 2

Nº DE FILHOTES: 3 – 6

TEMPO DE VIDA: 15 a 19 anos

TEMPERATURA EM ºC: 38,0 – 39,0

COMPRIMENTO MÉDIO: 55 cm

ALTURA MÉDIA: 30 cm

Atual presidente convoca eleições

Senhoras e senhores membros da nossa Câmara e também aqueles que sempre nos prestigiaram e conosco colaboraram, mesmo sem pertencerem ao quadro de associados.

Estamos rapidamente nos aproximando do fim de 2020, o ano que, na conta de alguns, não existiu. Ou o ano que nos relembrou que alternativas existem, que a flexibilidade de raciocínio aliada à inteligência, perseverança e trabalho superam adversidades.

Enfim, 2020 nos fez buscar na memória ou na história as grandes dificuldades também vividas por aqueles que vieram antes de nós, quer elas tenham sido guerras, pragas ou outros óbices, enfrentados sem a tecnologia que temos hoje.

PORTANTO, PODEMOS 

NOS CONSIDERAR UMA GERAÇÃO FORTE

E assim também foi com a CFBACC. A quase totalidade dos eventos foi cancelada e os pagamentos das renovações das anuidades também foram suspensos. Por um bom tempo limitamo-nos a replicar as mensagens vindas do nosso Consulado e da Prefeitura de Orlando.

Vai-se um ano e com ele esta Diretoria. Um ano novo se aproxima e uma nova Diretoria deverá nascer das próximas eleições. 

ELEIÇÕES PARA A DIRETORIA CFBACC – PROCURAM-SE BONS CANDIDATOS

As eleições 2020/2021 são muito importantes. A nova Diretoria herdará um acordo ímpar entre nossa Câmara e o Itamaraty, celebrado por iniciativa do Consulado Geral em Miami. Aos novos Diretores caberá a continuidade da promoção do nosso esporte nacional nestas terras, assim como a expansão do nosso quadro de associados e eventos, ligações com outras entidades, como a APEX e a consolidação do Brazilian Day, em Orlando. 

Muito importante é o apoio ao ensino da Língua Portuguesa, quer nas escolas públicas, quer seja por iniciativas privadas, sem que nos esqueçamos das nossas datas cívicas que devem ser passadas às gerações vindouras. A manutenção e o aperfeiçoamento da parceria com o Focus Brasil/Brasileiras & Brasileiros deve estar entre as prioridades do novo Conselho de Diretores. 

Finalmente, lembro e relembro do grande suporte a nós oferecido pela Cidade de Orlando, através de seu Prefeito. Que esse suporte seja sempre mútuo e nunca negligenciado. A atuação política da CFBACC deve ser fomentada, já que possivelmente teremos um “State Representative” brasileiro.

As eleições para o CFBACC Board of Directors 2020/2021 também deverão ser adaptadas aos cuidados exigidos pelo combate à pandemia. Talvez seja organizado um “drive-through”, talvez a cobrança da anuidade seja relevada… ainda estamos a pesar os prós e contras.

CONVITE

Portanto, como Presidente da CFBACC durante o biênio 2019/2020, faço este importante convite àqueles que tenham condições de acumular o cargo de Diretor com a atenção devida às suas famílias e afazeres diários. E tenham a oferecer HONESTIDADE, LEALDADE, EXPERIÊNCIA, DINAMISMO, INICIATIVA E LIDERANÇA a brasileiros e americanos que gravitam em torno do nosso querido BRASIL.

A esses pré candidatos, peço que façam contato direto comigo (407) 467-9446 ou com a Vice-Presidente, Andrea Almeida (407) 973-7680.

Um forte abraço, 

Miguel Kaled

A função da CFBACC é fomentar negócios

As atividades da CFBACC (Central Florida Brazilian-American Chamber of Commerce são voltadas para o desenvolvimento dos negócios. Os participantes ativos estão sempre conhecendo novos empresários e conectando com as diferentes instituições com quem a CFBACC já tem parcerias. 

A CFBACC está implementando uma plataforma digital que deverá  operar até o fim do ano. Os nossos membros terão acesso aos outros membros, nesta nova plataforma, que ajudará nesta integração entre os membros.  

Cabe lembrar, que a diretoria autorizou extensão nos prazos de filiação devido ao COVID-19.  Foi um ano atípico mas a diretoria continuou trazendo parcerias governamentais e fortalecendo os relacionamentos comerciais. 

A CFBACC traz visibilidade para os membros. Muitos dos nossos diretores e sócios também trazem muita experiência e conhecimento. No momento, estamos recrutando novos diretores para concorrer às eleições em dembro de 2020 para a diretoria de 2021. 

Para brasileiros que estão planejando trazer ou abrir seus negócios em Orlando e região, a CFBACC é um ponto de partida como referência. 

Para companhias americanas que planejam fazer negócios com o Brasil, a CFBACC também orienta às mesmas como ingressar neste mercado. 

Anos atrás, os eventos eram em inglês, mas a diretoria implementou eventos bilingues. A prática dos negócios aqui é diferente do Brasil; e, a CFBACC tem ajudado muitos negócios na redução da burocracia no decorrer dos anos. 

Muitas das palestras trazem profissionais especialistas em áreas especificas de sua profissão que ajudam no desenvolvimento e conhecimento de cada professional. 

Mesmo em 2020, o Brasil continua sendo uns dos grandes parceiros comerciais da Flórida e produz um superávit na balança comercial importante. 

A região da Flórida Central continua atraindo muito investimento e muitos profissionais com vasta experiência.  Aproveito esta oportunidade para convidar aos leitores para que participem das as atividades da CFBACC.

Visite o site Cfbacc.Com

Focus & CFBACC: fortalecendo nossa imagem e potencializando os elos Brasil e EUA

Me intriga o fato de que muito pouca gente entende os “porquês” da existência das câmaras de comércio binacionais. Elas são iniciativas seculares e que desempenham um papel crucial no desenvolvimento das muitas atividades humanas que se desenvolvem a partir das atividades de negócios.

A Fundação Focus Brasil entende perfeitamente a importância dessas instituições tanto que, desde 1998, estabeleceu parcerias essenciais com as mais importantes câmaras de comércio brasileiras ou entidades do gênero, em todos os países onde atuamos realizando os eventos Focus Brasil.

Em Orlando, desde 2016, temos uma relevante parceria com a CFBACC (Central Florida Brazilian-American Chamber of Commerce) entidade que exerce um papel único em duas frentes seminais de sua missão: o fomento a atividades de negócios entre Brasil e Estados Unidos; e a construção de relações amistosas e frutíferas com os principais interlocutores do ambiente governamental e de negócios da Flórida Central.

 Nesses cinco anos, -que estão sendo comemorados na atual edição 2020- o envolvimento da CFBACC com o Focus Brasil gerou diversos painéis dedicados aos mais variados temas de interesse dos brasileiros, norte-americanos e hispânicos, sempre com tradução simultânea e, muito importante: sempre gratuitos! Um esforço conjunto que merece ser registrado.

Para além dos conteúdos apresentados, a parceria Focus/CFBACC também foi a base da construção de relações positivas com os condados de Orange e Osceola, com autoridades das cidades de Orlando, Kissimmee e Winter Park.

Existem parceiros incomuns. São os que “vestem a camisa”, criando um ambiente de mútuo benefício que enriquece a experiência e entrega um produto melhor e mais bem pensado, ao público final, que são as milhares de pessoa em todo o mundo que seguem os eventos Focus Brasil. A CFBACC é um desses parceiros, assim tem sido, nas duas administrações: Eraldo Manes e Miguel Kaled, com suas respectivas diretorias e equipes, com as quais temos trabalhado.

Portanto, no momento em que se realizam as eleições para uma nova diretoria da CFBACC é fundamental contar com uma robusta participação de todos os associados, no sentido de não só prestigiar o pleito como, acima de tudo, enviar uma mensagem clara em tempos tão incertos.

A mensagem da importância do associativismo e da representatividade. Dos laços interdependentes das comunidades que formam o tecido sócio-econômico da Flórida Central. Nunca é demais reforçar o papel preponderante dos brasileiros na economia desta região da Flórida. Historicamenete somos parceiros extremamente importantes.

Desejando que a nova diretoria a ser eleita dê continuidade ao trabalho sério e responsável deixado pelos antecessores, estamos aqui dispostos a celebrar continuamente a parceria da Fundação Focus Brasil com a Central Florida Brazilian-American Chamber of Commerce.

A relação da CFBACC com a comunidade brasileira e a importância de suas eleições

A importância do Brasil para a Flórida é inegável. Somos o principal parceiro econômico do estado americano, com um fluxo comercial de US$ 21 bilhões em 2019, o dobro do comércio com o segundo principal parceiro, a China. Esse valor representa 1/3 de todo o comércio realizado entre o Brasil e os Estados Unidos. O Brasil é também o 8º principal investidor nos EUA e boa parte desses recursos vem para a Flórida. Só na área imobiliária, os investimentos brasileiros no estado já somam mais de US$ 2 bilhões. No turismo os números também impressionam. Cerca de 1.7 milhões de turistas brasileiros visitaram a Flórida no ano passado. Já somos a terceira principal nação emissora de turistas para a região. 

Um dos motivos que explica toda essa pujança no relacionamento bilateral é o grande número de brasileiros que moram na Flórida. Estima-se que entre 400 e 500 mil brasileiros residam no estado. Só na Flórida Central, seriam 100 mil brasileiros. Considero, assim, essencial manter relacionamento fluído e estreito entre o Consulado e a comunidade brasileira, inclusive por meio de parcerias com entidades bilaterais, como a Central Florida Brazilian American Chamber of Commerce (CFBACC). 

O Consulado reconhece a importância da Câmara para a região da Flórida Central e vem apoiando suas iniciativas. Apesar do já expressivo comércio que existe entre esse estado americano e o Brasil, há ainda oportunidades a serem exploradas e precisamos contar com entidades como a CFBACC para ajudar no trabalho de identifica-las e de apoiar o empresariado brasileiro. As próximas eleições da CFBACC se revestem, por conseguinte, da maior importância.

Recentemente, o prefeito Buddy Dyer anunciou publicamente o dia 7 de setembro, data em que o Brasil comemora sua Independência, como “Brazil’s Independece Day”. O anúncio público (“Proclamation”) reconhece a importância para a cidade não apenas do relacionamento bilateral com o Brasil, mas também da contribuição da comunidade brasileira residente em Orlando, de entidades bilaterais como a CFBACC e dos milhares de brasileiros que visitam a região todos os anos. 

Não posso deixar de ressaltar, por último, que uma das prioridades da minha gestão foi melhorar a interlocução com a comunidade brasileira e aperfeiçoar a prestação de serviços consulares. Atualmente, contamos com um sistema informatizado de solicitação de serviços e de envio das informações necessárias, o e-Consular. Tal sistema, desenvolvido no Consulado-Geral em Miami, nos trouxe mais agilidade e hoje é modelo para as demais repartições consulares brasileiras no exterior. 

Os desafios deste novo momento histórico têm atingido a todos. A prestação de serviços consulares foi diretamente prejudicada em razão das medidas tomadas para evitar a disseminação do novo Coronavírus, o que limitou a capacidade de atender prontamente nosso público. Mas venho enfrentado o desafio com o mesmo ímpeto de quando assumi a função de Cônsul-Geral há quase dois anos e me deparei com a grande tarefa de modernizar o Consulado. 

Reinventar-se tem sido nosso lema. E para continuar nosso importante trabalho, é fundamental contar com parceiros como a CFBACC, que tanto nos ajuda não só no apoio ao empresariado brasileiro, mas também no relacionamento com a comunidade brasileira em geral residente na Flórida Central.

O Embaixador, João Mendes Pereira, e o presidente da CFBACC, Miguel Kaled, celebram parceria durante cerimônia de Natal de 2019, em Orlando
Orlando, um lugar inigualável para visitar e investir.

A Flórida Central recebe mais de 800.000 turistas brasileiros a cada ano e milhares de brasileiros vivem na região de Orlando. A comunidade brasileira continua aumentando e sua presença impactante é sentida no governo, nos negócios, nas artes, na ciência, na medicina e em muitos outros aspectos em toda a comunidade.

Tomamos medidas importantes para proteger os direitos dos imigrantes, incluindo a aprovação do Trust Act, uma política que permite que os imigrantes, independentemente de seu status imigratório, recebam serviços municipais sem medo. Além disso, ao longo da pandemia global da COVID-19, traduzimos todo o material educacional da cidade relacionado com a pandemia para o português, em uma iniciativa visando uma maior comunicação durante este período sem precedentes. À medida que a comunidade brasileira aumenta em número, tomamos todas as medidas possíveis para atendê-la.

A New American Economy identificou Orlando como a cidade mais bem classificada da Flórida para integração de imigrantes. Estamos orgulhosos de nossa comunidade diversificada e inclusiva. A inclusão sempre foi uma peça central da minha administração como prefeito. Continuaremos a nos esforçar para incluir as vozes da comunidade brasileira em nosso governo municipal.

Se estiver à procura de um lugar para visitar ou investir, descobrirá que Orlando é inigualável. Somos uma comunidade aberta aos negócios e continuamos a agilizar as formas de amparar aqueles que tentam investir em nossa grande cidade. 

No ano passado, tive o grande prazer de participar da cerimônia de inauguração da Invel, uma empresa de tecnologia médica que mudou sua sede do Brasil para Orlando. Espero ver mais empresas brasileiras sendo abertas em Orlando e quero que saibam que estamos sempre buscando oportunidades para oferecer suporte aos empresários que tentam investir em Orlando.

Gostaria de agradecer à Câmara de Comércio Americana-Brasileira da Flórida Central (CFBACC) por sua liderança em nossa comunidade. O presidente da CFBACC, Miguel Kaled, agora faz parte do meu Conselho de Assuntos Multiculturais e vem desempenhando um papel fundamental ao expressar as necessidades da comunidade brasileira. 

Ao trabalharmos juntos para nos ajustarmos ao novo normal durante esta pandemia, espero poder contar com cada um de vocês. A comunidade brasileira é valorizada e aprecio os muitos sacrifícios que têm feito para fazer de nossa cidade a sua casa.

Cordialmente,

Prefeito Buddy Dyer