TRÁFICO HUMANO: mitos e verdades

Anna Alves Lazaro

Mito: é sempre ou geralmente um crime violento.

Verdade: de longe, o mito mais forte sobre o tráfico humano é que ele sempre ou muitas vezes envolve sequestro ou de outra forma fisicamente forçando alguém em uma situação. Na realidade, a maioria dos traficantes usa meios psicológicos como enganar, defraudar, manipular ou ameaçar as vítimas para obrigá-las ao sexo comercial ou trabalho de exploração.

Mito: todo tráfico humano envolve sexo comercial.

Verdade: o tráfico humano é o uso de força, fraude ou coerção para conseguir que outra pessoa forneça trabalho ou sexo comercial. Em todo o mundo, especialistas acreditam que há mais situações de tráfico de trabalho do que de tráfico sexual. No entanto, há uma conscientização muito maior sobre o tráfico de sexo nos Estados Unidos do que o tráfico de trabalho.

Mito: somente cidadãos estrangeiros não documentados são traficados nos Estados Unidos.

Verdade: Projetos governamentais trabalham em milhares de casos de tráfico envolvendo sobreviventes nacionais e estrangeiros que estão vivendo legalmente e/ou trabalhando nos EUA. Estes incluem sobreviventes do tráfico do sexo e do trabalho.

Mito: o tráfico humano só acontece em indústrias ilegais ou subterrâneas.

Verdade: casos de tráfico de seres humanos foram relatados e processados em indústrias, incluindo restaurantes, serviços de limpeza, construção, fábricas e muito mais.

Mito: somente mulheres e meninas podem ser vítimas e sobreviventes do tráfico sexual.

Verdade: um estudo estima que até metade das vítimas do tráfico sexual e sobreviventes são do sexo masculino. Os defensores acreditam que a percentagem pode ser ainda maior, mas que as vítimas do sexo masculino são muito menos propensos a serem identificados. LGBTQ meninos e jovens são vistos como particularmente vulneráveis ao tráfico.

Espero que esse artigo possa trazer luz a tantas obscuridades, dúvidas e mitos que envolvem as questões sobre o tráfico humano. E assim, ajude ao leitor a efetivamente proteger-se e proteger a comunidade a qual está inserido. Se você vir alguma coisa, diga alguma coisa, pois agora você pode escolher não se importar, mas não poderá dizer que não sabia.

Para solicitar ajuda ou denunciar suspeita de tráfico de seres humanos, ligue para a Linha Direta Nacional de Tráfico de Pessoas, 1-888-373-7888 ou envie o texto “Help” para BeFree (233733).

Junte-se à essa luta!

Receba alertas e atualizações de ações sobre tráfico de pessoas através do Instagram @hopeandjusticefoundation