“Abri mão da carreira e não me arrependi”

Nívea Stelmann

A atriz Nívea Stelmann vive com a família em Orlando há quase 4 anos. No Brasil, participou de novelas de sucesso e interpretou personagens marcantes. Junto com muitos outros colegas, foi pêga por uma onda de demissões na TV Globo, onde trabalhou 20 anos seguidos. 

Foi o empurrãozinho que faltava para dar novo rumo à sua trajetória de vida. Já conhecia e gostava de Orlando. Com a rescisão do contrato, comprou um imóvel na cidade. Mas só concretizou o plano quando ela e o marido, pai da filha mais nova, já estavam com tudo organizado:

“Nós planejamos juntos, fizemos tudo com muita calma. Chegamos com green card, casa própria e uma reserva até começarmos a trabalhar” – ela conta.      

No Brasil, deixou a fama e o glamour. Diz que até gosta da sensação de anonimato quando vai à escola dos filhos, por exemplo, e assegura que viver no exterior só fez bem para o seu relacionamento afetivo: 

“Acho que une. Sempre fomos unidos mas, aqui, ainda mais porque só temos um ao outro pra contar. A renúncia profissional foi minha, já que aqui ele faz a mesma coisa que fazia no Brasil. Eu abri mão da minha carreira e nunca me arrependi. Ao contrário, cada ano que passa gosto mais de viver aqui. “Somos caseiros. Não gostamos de eventos e quase não saímos”.  

Fugir da violência no Rio de Janeiro foi outro motivo que levou a atriz para os Estados Unidos. Depois de vivenciar o sequestro de uma pessoa da família e ser testemunha de um tiroteio em um shopping na Barra da Tijuca, começou a desenvolver síndrome do pânico. Com o filho mais velho entrando na adolescência, a preocupação com segurança aumentou. 

Hoje, em Orlando, o problema é outro:  “O único desafio pra mim é lidar com a saudade da minha família”.  Já o casamento vai muito bem, ela garante: “Não tivemos problemas no nosso relacionamento”. Nívea acredita que “com amor, boa vontade e dedicação das duas partes, todos os obstáculos que possam surgir serão ultrapassados”