“A última estatística que vi do condado de Orange foi que em média 30% dos pais optaram pelo presencial”

A escolha entre aula Presencial ou Online

Para este ano letivo, optamos pelo “face to face”, ou seja, presencial para nossa filha que frequenta a Middle School, e para o nosso filho que está na Elementary. Eu e meu marido estamos trabalhando de casa, e no início da pandemia pudemos observar como o afastamento da escola afetou cada uma de nossas crianças. Nosso filho que é uma criança especial, sentiu muita falta de uma rotina escolar e socialização. Chegou a regredir em algumas áreas, principalmente na comunicação, e o choro era mais constante, com saudade da escola e dos amigos. A minha filha não via a hora de retornar. Ela, muito sociável, por várias vezes comentou que preferia usar máscara o dia todo e retornar às aulas do que continuar estudando o dia todo em seu quarto. Sentia falta das amigas, das professoras, e assim como meu filho, da rotina. Por fim veio a decisão a ser tomada: o que escolher? Mesmo sabendo dos riscos, senti muita confiança nas medidas sendo tomadas nas escolas.

Resultado

Até então, já vamos para quase dois meses de aulas presenciais, os dois estão muito contentes. A felicidade estampada nos olhos deles todas as manhãs ao irem para a escola tem nos deixado mais tranquilos de que tomamos a decisão certa para a nossa família. Notem que eu disse que a felicidade está estampada nos “olhos”, pois os sorrisos nesse momento estão escondidos por trás da máscara. Na primeira semana de volta às aulas já notamos grande diferença no nosso filho. O pequeno retrocesso ocorrido durante os cinco meses trancado em casa ja não existe mais. Ele está mais feliz, mais comunicativo, pedindo para ir à escola até quando chegava os finais de semana. O mesmo sentimento percebi na minha filha. Feliz de rever as amigas e segura quanto aos novos procedimentos escolares. A última estatística que vi do condado de Orange foi que em média 30% dos pais optaram pelo presencial. Isso está contribuindo muito para salas de aula com turmas menores, e assim os alunos recebem mais atenção das professoras. Na sala da minha filha tem entre 4 e 10 alunos. O que ajuda muito para manter o distanciamento social e uma educação mais personalizada. 

E mesmo sabendo dos riscos e ouvindo histórias de ocorrências em outras escolas, o interessante é o que todos têm aprendido com isso, pois o cuidado deve ser tomado tanto durante o período escolar quanto nos finais de semana em casa ou viajando.

Alternativas

Acredito que o novo normal chegou para ficar por algum tempo, com isso penso sim que o sistema de educação irá criar novas alternativas para essa nova realidade. Assim como muitos pais estão tendo a oportunidade de aprender mais sobre a educação de seus filhos e pensar mais no que pode ser melhor para cada um. E talvez antes dessa pandemia nunca tinham parado para analisar. Tenho muitas amigas que optaram por métodos alternativos, e está sendo bem bacana o respeito com a decisão tomada por cada uma e a troca de experiências e opiniões.

Nicole Lobo

Renee Lobo – 27 anos em Orlando, FL. Formada em Marketing (UCF), trabalha nessa área há 10 anos. Mãe da Nicole e do Max, esposa do Fábio 🙂

About Jornal Brasileiras & Brasileiros