A VOLTA DOS BLOCKBUSTERS

Uma nova heroína se junta à família Marvel em março

Terminada a temporada de premiações e com a primavera chegando, os blockbusters voltam com toda a força ao cinema americano. Nesse mês, a Marvel amplia sua galeria de heróis com a chegada de Carol Denvers, a Capitã Marvel, enquanto o diretor Jordan Peele (Get Out, 2017) promete um novo conto de suspense psicológico e a Disney traz de volta mais um clássico com a versão live-action de “Dumbo”.

“Captain Marvel”

– 8 de Março

Pela primeira vez na história do estúdio, a Marvel apresenta uma heroína no papel principal em “Captain Marvel”. Lançado no dia 8, o filme se passa na década de 90, muito antes de Tony Stark se tornar o Ironman e da criação dos Avengers. Nele, um Samuel L. Jackson rejuvenescido (graças ao poder dos efeitos especiais) retorna ao papel de Nick Fury, enquanto Brie Larson é a heroína titular. Outros atores familiares presentes são Jude Law, Lee Pace, e Clark Gregg, que volta da TV para reprisar o papel do agente Phil Coulson.

A trama introduz Denvers e um conflito entre duas raças alienígenas, lutando por supremacia na Terra. Mas o filme não só promete muita ação, efeitos especiais e lutas intergalácticas, como também insinua uma ligação com a continuação do megassucesso do ano passado, “Avengers: Infinity War”.

O antecipado “Avengers: Endgame” está previsto para lançar em abril, mas quem quiser uma prévia não pode perder a história de Carol Denvers. Fãs na internet especulam que ela terá parte vital na luta contra Thanos e na busca para reviver metade do universo. O símbolo da capitã apareceu na cena pós-créditos de “Infinity War”, causando furor entre os aficionados e desde então a expectativa é que “Captain Marvel” revele alguns dos segredos de Endgame.

De qualquer forma, “Captain Marvel” certamente será um marco na história do universo cinemático da Marvel. Assim como “Wonder Woman” (2017) revitalizou a DC, essa será a chance da Marvel provar que ainda tem décadas de sucessos para conquistar.

 

 

“Us” – 22 de Março

O diretor Jordan Peele está no auge de sua carreira. Conhecido por seu trabalho humorístico no show de comédia “Key & Peele”, o diretor surpreendeu a todos com o lançamento do incrível “Get Out”, que lhe deu o Oscar de melhor script e históricas nominações nas categorias de melhor diretor, filme, e script. Agora, ele está de volta com outro filme de horror, “Us”. Inspirado pelos clássicos como “The Birds” (1963), “The Shinning” (1980), “The Sixth Sense” (1999), e “The Babadook” (2014), Peele promete surpresas psicológicas e explorações temáticas sobre família, paranoia, e cultura.

Tudo começa quando os Wilsons saem de férias e, ao voltarem da praia, encontram uma família parada em seu jardim. Eles logo descobrem que esta família é composta por seus sósias, porém com aparências deturpadas e distorcidas. Começa então o horror.

O trailer, colocado no ar em dezembro do ano passado, impactou a internet. De imediato os internautas começaram a criar teorias sobre a trama, algumas até envolvendo “Get Out”. Independente eles acertaram ou não em suas previsões, não há dúvida que “Us” será mais uma experiência inovadora.

 

 

 

“Dumbo” – 29 de Março

Mais uma vez a Disney e Tim Burton trabalham juntos para trazer um clássico de volta às telas. Tim Burton, que dirigiu “Alice in Wonderland” (2010) e produziu “Alice Through the Looking Glass” (2016), está nas rédeas de “Dumbo”, baseado no desenho animado de 1941.

Mais focado nos seus personagens humanos do que em animais falantes, essa versão da história tem um elenco estrelar, reunindo Colin Farrell, Micheal Keaton, Danny DeVito, e Eva Green. Mas o personagem principal será totalmente feito no computador, permitindo o elefantinho cativar mais uma vez audiência infantil com sua fofura e delicadeza.

“Dumbo” é mais um de muitos remakes que a Disney vem lançando nos últimos anos. Além desse filme, veremos também em 2019 “Alladin”, “The Lion King” e “Lady and the Tramp”. E os planos da Disney não terminam aí, pois já foram anunciados “Mulan”, “Pinocchio”, “The Hunchback of Notre Dame”, e “The Little Mermaid”. A empresa com certeza está investindo muito para trazer os clássicos do passado para uma nova audiência e uma nova era do cinema. Com o sucesso de “Cinderella” (2015) e “Beauty and the Beast” (2017), a estratégia parece estar funcionando.

About Jornal Brasileiras & Brasileiros