França se consolida na liderança do turismo mundial

Edinelson Alves

Mesmo tendo enfrentado uma onda de ataques terroristas em 2015, e recentemente a revolta dos coletes amarelos que levaram o caos às ruas das suas principais cidades, ainda assim a França se mantém na liderança do turismo mundial. Segundo o último relatório divulgado pela Organização Mundial do Turismo, a França é o país mais visitado do mundo, recebendo mais de 86 milhões de turistas internacionais. Somente a capital, Paris, recebeu 35 milhões de turistas em 2018, aumento de 36% em relação ao ano de 2017. A “Cidade Luz” continua encantando o mundo com a Torre Eiffel, o museu do Louvre, o Arco do Triunfo, o rio Sena e outros cartões postais.

A Espanha foi o segundo país mais visitando em 2018, recebendo 81 milhões de turistas. Suas principais atrações são as praias ensolaradas, cidades históricas fascinantes, gastronomia de primeira linha e algumas das metrópoles mais atraentes como Madri e Barcelona. Terceiro País mais visitado, os Estados Unidos receberam mais de 76 milhões de turistas internacionais, graças aos parques de Orlando, as praias da região de Miami, e suas principais cidades que são Nova York, Washington, Boston, Filadélfia, Las Vegas, além de Los Angeles e São Francisco, ambas atrativas cidade do ensolarado Estado da Califórnia na Costa Oeste.

Confira os outros países mais visitados do mundo em 2018: A China, com 60 milhões de turistas, foi o 4º país que mais recebeu turistas estrangeiros, seguido da Itália (58 milhões), México (39 milhões), Reino Unido (37,7milhões), Turquia (37,6 milhões), Alemanha (37,5 milhões), e na 10º posição aparece a Tailândia que recebeu no ano passado 35 milhões de turistas. Com tantas atrações naturais e culturais, infelizmente o Brasil está longe dos países que mais recebem turistas. Muito precisa ser feito para que o Brasil alcance uma projeção de destaque no turismo mundial.

 

Japão tem o passaporte mais poderoso do mundo

Baseado nos 190 países que os japoneses podem entrar sem necessidade de tirar previamente o visto, o passaporte japonês é avaliado como o mais poderoso do mundo, seguido por Singapura e Coréia do Sul, ambos em segundo lugar. O Brasil aparece na 17ª posição da lista, com acesso a 171 países sem exigência de visto prévio. O ranking é elaborado pela assessoria em cidadania e residência Henley & Partners, que usa os dados da Iata (Associação Internacional do Transporte Aéreo, na sigla em inglês). O Reino Unido e os Estados Unidos continuam caindo posições em relação aos últimos anos. Em 2015, ambos lideravam a lista e, hoje, ocupam a 6ª colocação.

Outros países em destaque: França e Alemanha (188), Dinamarca, Finlândia, Itália e Suécia (187), Luxemburgo e Espanha (186), Áustria, Holanda, Noruega, Portugal, Suíça, Reino Unido e Estados Unidos (185),  Bélgica, Canadá, Grécia e Irlanda (184), República Tcheca (183),  Malta (182), Austrália, Islândia e Nova Zelândia (181). Na última posição, estão Iraque e Afeganistão, com acesso a apenas 30 países sem necessidade de visto prévio.

Recorde de visitação nas Cataratas do Iguaçu

Ao completar 80 anos no dia 10 de janeiro, o Parque Nacional do Iguaçu, localizado no Paraná, fronteira com a Argentina e o Paraguai, comemorou o recorde no número de visitantes. Em 2018, o Parque recebeu mais de 1,8 milhão de turistas, cem mil a mais do que no ano anterior. A lista é liderada por brasileiros, mas o número de estrangeiros também vem crescendo e saltou de 796 mil para 870 mil, representando 46% dos visitantes. Turistas da Argentina, Paraguai, Estados Unidos, França, Alemanha, Espanha e Inglaterra foram os que mais visitaram o Parque Nacional do Iguaçu no ano passado.

As Cataratas do Iguaçu são compostas por 275 quedas d’águas. Além do espetáculo das águas, é possível fazer trilhas pelo parque, que ocupa 185 mil hectares dentro da Mata Atlântica. A região também abriga uma rica fauna e flora, com a presença de onças-pintadas e outras espécies de animais e vegetais. Outra grande atração do município de Foz do Iguaçu – também na região de fronteiras entre Brasil, Argentina e Paraguai – é a Usina Hidrelétrica Binacional de Itaipu que recebeu em 2018 mais de um milhão de visitantes.

 

Mato Grosso do Sul é o Estado mais hospitaleiro

Pesquisa do Ministério do Turismo aponta o Mato Grosso do Sul como o Estado mais hospitaleiro do Brasil, com índice de aprovação de 99,6% dos visitantes. Este levantamento de Demanda Internacional colocou, além do Mato Grosso do Sul, os três Estados da região Sul em destaque, na seguinte ordem: Santa Catarina (99,2%), Rio Grande do Sul (98,9%) e Paraná (98,5%). Em seguida aparecem empatados São Paulo e o Rio Grande do Norte, ambos com percentuais de aprovação de 98,4%.

A hospitalidade lidera em avaliação positiva entre os 16 itens de infraestrutura e serviços pesquisados no estudo da Demanda Internacional do MTur. Somada aos alojamentos, gastronomia, restaurantes e aeroportos, que também influenciam a percepção do turista, compõe o conjunto de atributos fundamentais da boa experiência turística. Em 2017, por exemplo, o modo de receber do brasileiro recebeu aprovação de 98,1% dos estrangeiros que visitaram destinos nacionais, maior percentual registrado nos últimos cinco anos.

About Jornal Brasileiras & Brasileiros