Mercado editorial em perspectiva

Nereide santa Rosa

2020. Um ano para esquecer ou para lembrar? Ansiosamente a primeira opção surge como resposta imediata. Mas…refletindo racionalmente, este foi um ano de aprendizado. Aprendemos a nos reinventar, a encontrar novas soluções, a enfrentar nossos maiores medos. Como esquecer? Saímos de uma fictícia sociedade segura e controlada, para vivermos o imponderado, o inevitável, o assustador. 

A crise alcançou todos, a nível global. Porém, novas relações pessoais se estabeleceram virtualmente, inclusive a família se fortaleceu pela união no confinamento. Felizmente, o ser humano tem uma capacidade de adaptação rápida e criativa. E novos caminhos começaram a ser trilhados. Não sabemos ainda se retornaremos a valores antigos, mas há certeza que seguiremos em frente, conquistando tecnologias avançadas, e quebrando barreiras que separam ideias e ideais. 

Como CEO da Underline Publishing, uma editora norte-americana sediada na Flórida, que publica autores brasileiros, tive a alegria de publicar mais de vinte livros ao longo de 2020, sempre com qualidade editorial e gráfica. 

Impacto

Mas, aqui nos Estados Unidos e principalmente no Brasil, o  setor editorial sofreu sério impacto causado pela pandemia: cancelamentos de eventos literários, livrarias fechadas, e editoras repensando suas metas. 

Nos Estados Unidos, as editoras se adaptaram aos novos tempos, surgiram novos títulos e novos autores, afinal, um livro atualmente pode ser impresso sob demanda, o que reduz os custos e otimiza a produção. As vendas online cresceram de maneira consistente: nos Estados Unidos, o mercado editorial é atendido com qualidade de impressão e eficiência na entrega, ajudando os leitores a confiarem na produção online. Quanto ao ebook, diferentemente do paperback, é tido como mais uma opção; porém, como editora observo que o livro físico ainda é o preferido dos leitores e dos autores. 

Quanto aos escritores, a ansiedade foi geral, grande parte causada pela consciência do que vivemos, o que causou uma grande produção de textos, em diferentes gêneros literários. Surgiram poemas, contos, crônicas, romances, ensaios sobre os dias de confinamento da pandemia. Os temas se multiplicaram e os escritores produziram mais do que nunca em seu espaço de criação. 

O resultado foi uma grande produção ofertada a editoras que ainda estão enfrentando o desafio de selecionar textos, analisar o mercado futuro para produções literárias e estudar as biografias dos autores. 

Produção

Algumas editoras optaram em não se arriscar com novos autores, devido ao corte de gastos com funcionários. No Brasil, houve casos de livrarias e distribuidores de livros que não pagaram suas dívidas com editoras, o que acabou refletindo diretamente na produção editorial. Porém, um fato relevante foi a produção editorial em home office, diminuindo gastos. No final de 2020, por exemplo aconteceu a tradicional Bienal do Livro de São Paulo, de forma virtual quebrando recordes de audiência e de expositores. 

A Underline Publishing tem como meta dar continuidade às publicações, visto que estou com o cronograma de lançamentos para 2021 já fechado e aceitando apenas projetos para 2022. E, tão logo seja possível, a editora voltará a participar de feiras de livros, de palestras, encontros, e outros eventos presenciais. 

Superação

Como escritora, eu continuo o meu trabalho solitário, mas sempre atento aos fatos do cotidiano, e ao que a sociedade solicita. A capacidade do escritor está em seu conhecimento de mundo, sua leitura, suas descobertas e sua transformação. Assim é o meu trabalho, com paixão e dedicação, e se tudo der certo, superaremos essa fase e continuaremos a produzir muita literatura, mais e melhor. 

NEREIDE SANTA ROSA é escritora, arte-educadora e pedagoga.  Nasceu em  São Paulo e vive nos Estados Unidos desde 2017. 

Tem formação em  Arte, Música, Matemática  e Pedagogia. Desde 1990, desenvolveu  a carreira de escritora atingindo a cifra de mais de meio milhão de livros vendidos publicados em várias editoras brasileiras.  

Até 2020, publicou cerca de 85 livros e recebeu prêmios pela Fundação Nacional do Livro Infanto-Juvenil e ABBY e no ano de 2004, foi agraciada com o Prêmio Jabuti da Câmara Brasileira do Livro.  

Atualmente continua escrevendo e publicando no Brasil e no exterior,  é colunista do JornalBB na Flórida, CEO da editora norte-americana Underline Publishing e coordenadora do Focus Brasil NY – Encontro Mundial de Literatura Brasileira, onde coordena a Academia  Internacional de Literatura Brasileira.  

contato: underlinepublishing@gmail.com

About Jornal Brasileiras & Brasileiros

One thought on “Mercado editorial em perspectiva

  1. Complete series LS, BD, YWM, Liluplanet
    Sibirian Mouse, St. Peterburg, Moscow
    Kids Box, Fattman, Falkovideo, Bibigon
    Paradise Birds, GoldbergVideo, BabyJ

    h**p://gg.gg/mz9ir
    h**p://v.ht/Mu4qz
    h**p://cutt.us/0lOdi

    Cat Goddess, Deadpixel, PZ-magazine
    Tropical Cuties, Home Made Model (HMM)
    Fantasia Models, Valya and Irisa, Syrup
    Buratino, Red Lagoon Studio, Studio13

    h**p://gg.gg/nq4lh
    h**p://cpc.cx/tux
    h**p://xor.tw/4pt09

    From freenet and tor websites GirlsHUB
    Magic Kingdom, TLZ, Childs Play, Giftbox
    Baby Heart, Hoarders Hell, Lolita City
    OPVA, Pedo Playground content

    —————–
    —————–xr1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.