Quatro filmes e quatro séries para assistir em junho

CINEMA

“Dark Phoenix” 

Antes do sucesso de “Iron Man” e da eventual explosão em popularidade de filmes de super-heróis, já existia “X-Men”. Começando com o primeiro em 2000, essa série tem lançado filmes continuamente por quase duas décadas chegando ao total de 12, porém nem todos foram grandes sucessos de crítica ou bilheteria. Diferente do universo da Marvel, “X-Men” não conseguiu manter o mesmo nível de qualidade, sofrendo com scripts fracos no meio do caminho (“X-Men Origins: Wolverine” sendo o exemplo mais brutal). No entanto, os mutantes dos quadrinhos também nos trouxeram grandes aventuras e até mesmo jornadas sóbrias com “Logan e X-Men: Days of the Future Past”. Agora, o diretor Simon Kinberg (“Deadpool e The Martian”) tem a tarefa de finalizar esse universo adaptando uma das mais famosas tramas dos quadrinhos: a chegada da entidade Dark Phoenix.

Sophie Turner (“Game of Thrones”) faz o papel da mutante Jean Grey, que depois de um encontro com uma entidade alienígena, tem seus poderes ampliados e sua mente dominada. James McAvoy (“Split”), Michael Fassbender (“Prometheus e 12 Years a Slave”) e Jennifer Lawrence (“Silver Linings Playbook”) reprisam seus papéis de Professor Xavier, o vilão Magneto, e a mutante Mystique respectivamente.

Com “Avengers: Endgame” ainda dominando as bilheterias e agradando críticos e audiências, “Dark Phoenix” com certeza terá dificuldades em brilhar. E com a aquisição da Fox pela Disney, o futuro dos “X-Men” continua em aberto: será o fim desses personagens na tela grande ou a Marvel incorporará mais um grupo de heróis em seu universo cinematográfico?

“The Dead Don’t Die”

Assim como zumbis retornam do túmulo, filmes e séries de TV desse gênero continuam sendo lançados. Os monstros podem ter perdido popularidade nos últimos anos, mas ainda há muitas formas criativas de representa-los. Rápidos (“World War Z”, 2013), lentos (“Dawn of the Dead”, 1978), inteligentes (“Warm Bodies, 2013), causados por erro humano (“28 Days Later”, 2002) ou criados por uma corporação nefasta (“Resident Evil”, 2002), usados em comédias (“Shaun of the Dead”, 2004 e “Zombieland”, 2009) ou para ilustrar sacrifício e amor (“Train to Busan”, 2016), não há dúvida que nas mãos certas, zumbis ainda podem entreter. “The Dead Don’t Die”, dirigido por Jim Jarmusch (“Only Lovers Left Alive”, 2014), junta o humor sardónico dos irmãos Coen com o horror dos filmes clássicos de George Romero.

Bill Murray e Adam Driver (“Star Wars: The Force Awakens” e “BlacKkKlansman”) fazem o papel de dois policiais em uma pequena cidade americana que se veem no meio de um apocalipse zumbi. Tilda Swinton (“Doctor Strange”), Steve Buscemi (“Fargo”), Danny Glover (“Lethal Weapon”), Iggy Pop (“Transpotting”) e Chloë Sevigny (“Boys Don’t Cry”) completam o elenco.

“Toy Story 4”

As aventuras dos brinquedos do Andy (agora pertencendo à Bonnie) retornam ao cinema mais uma vez. Nove anos depois de “Toy Story 3”, Pixar traz todos os personagens e atores de volta: Woody (Tom Hanks), Buzz (Tim Allen), Jessie (Joan Cusack), e até mesmo Bo Beep (Annie Potts), desaparecida até então.

Em desenvolvimento desde 2014, o filme foca no relacionamento de Woody com Bo Beep, que depois de ter sido doada encontrou um novo lar sem pertencer a uma criança. Enquanto isso, Woody tem que ajudar Forky, um garfo de plástico transformado em brinquedo por Bonnie, a lidar com sua nova existência, assim como ele ajudou Buzz no primeiro “Toy Story”.

“Toy Story 4” será provavelmente uma das últimas sequências que a Pixar vai lançar nos próximos anos. O estúdio anunciou que a partir de agora focará mais em novos personagens e histórias.

“Yesterday”

O que aconteceria se você fosse a única pessoa que se lembrasse da existência dos Beatles? “Yesterday” conta exatamente essa história. Himesh Patel (“BBC’s Eastenders”) é um cantor cuja carreira não está indo bem, mas depois que ele sofre um acidente durante uma queda de energia mundial, ele é o único que se lembra das músicas da banda. Depois de impressionar seus amigos e familiares, ele acaba usando as músicas e se tornando um sucesso mundial. Mas por quanto tempo ele pode continuar enganado o mundo inteiro? “Yesterday” é dirigido pelo inglês Danny Boyle (“127 Hours” e “Slumdog Millionaire”).

About Jornal Brasileiras & Brasileiros