Talentos musicais brasileiros fazem sucesso nos EUA

Nereide Santa Rosa

A cuidadosa retomada das atividades musicais ao redor do país, trouxe boas notícias aos talentosos músicos brasileiros nos Estados Unidos. A partir deste mês de agosto, dando continuidade à sua promissora carreira, o maestro brasileiro Alan Anibal passa a comandar a Napa Valley Youth Symphony, mostrando como o talento brasileiro é reconhecido no mundo da música erudita. Antes do período pandêmico, em 2018, nosso maestro regeu o Festival Opera Love, Lust & Laughter e apresentou as operas Tosca e La Boheme de Puccini e Dir Fledermaus de Johann Strauss II em Walnut Creek, também na Califórnia.

Estabelecida em 2002, o Napa Valley Youth Symphony recebeu muitos elogios, incluindo o reconhecimento pela conquista da senadora dos Estados Unidos, Barbara Boxer e convites para se apresentar no Carnegie Hall, em 2008; e, novamente, em 2014. O grupo embarcou em sua primeira turnê em 2008, viajando para Nova York e se apresentando no Carnegie Hall. Em 2010, o NVYS ganhou prêmios de ouro no Los Angeles International Music Festival, se apresentando no Walt Disney Concert Hall. E embarcou em sua primeira turnê internacional, em 2012, para a Europa Central com apresentações em Salzburg, Viena (Rabenstein) e no Festival Internacional de Mahler. A cidade de Nova York foi mais uma vez o local de uma excursão sinfônica de Napa Valley, em junho de 2014. NVYS também se apresentou na Band Shell no Central Park e no Carnegie Hall. 

Em 2016, o NVYS fez uma turnê na Irlanda e no Reino Unido, apresentando-se na Catedral de St. Patrick em Dublin, na University of York, em York e na St. John’s Smiths Square, em Londres.

Desejamos sucesso ao maestro Alan Anibal e o parabenizamos por estar no comando desta prestigiosa orquestra, e que continue a abrilhantar os palcos da música erudita nos Estados Unidos.

Enquanto isso, no estado da Flórida, um grupo de mulheres se destaca por suas atividades musicais. Brazilian Voices foi fundado em 2001 por Loren Oliveira e Beatriz Malnic, uma organização sem fins lucrativos, e tem por objetivo promover a música e a cultura brasileiras nos EUA. O grupo já se apresentou em Barcelona, Madrid, Londres, México, Nova Iorque e Arizona. Recebeu 14 prêmios (Focus Brasil) entre outros, e gravou 7 CDs que foram distribuídos nos EUA e Canadá. 

Brazilian Voices também promove a cultura brasileira em escolas, hospitais, centros de tratamento de câncer, asilos, além dos concertos anuais em teatros e eventos corporativos. O dia 15 de setembro de 2016, foi oficialmente proclamado pelo prefeito do Condado de Broward – Martin Kiar, como o “Dia do Brazilian Voices” em 31 cidades, por sua contribuição positiva na comunidade. 

O Brazilian Voices foi conquistando o público americano gradativamente através de muito esforço e dedicação das cantoras e voluntários que têm como missão inspirar suas integrantes e representar o Brasil. O grupo tem também cantoras nascidas no Panamá, Argentina, Peru, Philadelphia, Nova Iorque e Califórnia. E conta com o apoio financeiro e institucional do condado de Broward, Miami Dade, Estado da Flórida, NEA (National Endowment for the Arts), FAB (Funding Arts Broward), Miami Foundation, das próprias integrantes do grupo, doadores, empresas americanas e brasileiras. Até hoje, mais de 180 mulheres brasileiras e de diferentes nacionalidades já participaram do treinamento vocal e de mais de 600 apresentações. Durante a pandemia o grupo vocal cancelou todas as suas atividades presenciais, mas produziu 67 ensaios virtuais durante o ano de 2020. O Brazilian Voices montou um estúdio de produção “live-streaming”, e o trio de diretoras foi contratado para apresentações virtuais para pacientes em tratamento, no Miami Câncer Institute (Baptist Health South Florida), UM Sylvester Câncer Center, entre outros.

A organização também produziu 36 apresentações virtuais para crianças e adultos autistas e suas famílias em parceria com UM NSU CARD/ Broward Center for the Performing Arts e também para alunos da Greater Miami Youth Symphony. Em Setembro, celebrando 20 anos, o grupo Brazilian Voices lançará seu primeiro EP com composições originais, produzido virtualmente pelas diretoras e cantoras num evento beneficente, em Fort Lauderdale. 

Nos dias 22 e 23 de outubro, o grupo se apresentará em Gainesville na Universidade da Flórida com o Brazilian Music Institute. O grupo convida todos a visitarem seu novo website que foi desenvolvido por uma das cantoras (Silvana Baars Florez) e a participarem de campanhas de doações (dedutíveis de impostos) para que a organização continue expandindo seus programas na comunidade na Flórida.

Maestro Alan Anibal.