Transição de Vida

Inteligência emocional diante das adversidades

Dando continuidade ao nosso artigo do mês anterior, vamos continuar nossa jornada junto ao imigrante que veio nos últimos 10 anos devido à crise moral, política, social e econômica que assolou o Brasil.   

Como falado anteriormente, “muitos imigrantes possuem ou possuíam carreiras consolidadas e de destaque em nosso país”. Em virtude da crise, infelizmente nos últimos meses, temos observado um movimento inverso da comunidade brasileira decidindo retornar à pátria. Nas redes sociais temos visto de forma corriqueira anúncios do tipo “família vende tudo”. Nos períodos de tormenta às vezes o fato de sermos expatriados torna a crise ainda mais difícil de ser gerenciada.  

Diante desse cenário, muitos têm se perguntado se é melhor retornar ao país de origem ou continuar tentando conquistar seu espaço aqui nos Estados Unidos. Para o imigrante dessa geração que ainda não possui raízes fortes e robustas em solo norte-americano, o questionamento ainda é mais intenso e a questão de adaptação cultural é um fator a ser considerado.

Para muitos a escolha em viver na América se deu pela possibilidade de propiciar aos filhos formação, valores e crenças alinhados as crenças da família ou de maneira diferenciada ao que era vivenciado no Brasil. 

Em um olhar generalista, observa

mos nessa geração de jovens brasileiros que chegaram na última década o crescimento intelectual, moral, sem falar da grande vantagem em serem bilingues. Os brasileirinhos que aqui se formam, se encontram imersos em uma salada cultural que proporcionará ganhos incomensuráveis no futuro dessa geração.

Em qualquer situação creio ser fundamental a análise de vários pontos para uma tomada de decisão assertiva. Analisar os pros & cons ou como aprendi nos escoteiros thorns & roses é uma boa forma de criar massa crítica para uma tomada de decisão que poderá mudar o rumo da sua vida e da sua família. 

Deixando de lado a questão político-social que no Brasil se transformou quase em uma questão passional em que de um lado um grupo acredita que tudo está melhorando e outro acredita que o que era difícil está quase impossível. Tente analisar o cenário Brasil de forma imparcial vendo os pros & cons para você, sua família e seu negócio. Um exemplo clássico a depender do seu segmento econômico/profissional talvez o dólar elevado seja uma grande oportunidade para fazer novos negócios. 

Observando a situação aqui nos Estados Unidos, outro fator importante é analisar quais são os seus diferenciais enquanto profissional ou empreendedor e possibilidades em ficar nos Estados Unidos. Por exemplo se você é da área de tecnologia, talvez o fato de ser brasileiro bilingue possa estabelecer vantagem em relação aos demais pois a questão do localization ou culturalization nunca esteve tão em alta. Esse é um ponto forte para decisão em ficar na América. 

Nosso intuito não é apresentar nenhuma ferramenta de gestão, e sim instigar ao nosso leitor a colocar em sua balança pessoal o que é melhor para você e sua família. No quesito das relações interpessoais e familiares somente os envolvidos podem efetuar uma decisão de forma clara visando o melhor. Você sempre tem escolha! E muitas vezes nas adversidades podemos encontrar grandes possibilidades. Pensamento positivo sempre! 

About Jornal Brasileiras & Brasileiros