Viver em Orlando

Nilza J Hedrick

A América não é para amadores

Elá se vão mais de 25 anos em Orlando. Ao mesmo tempo que parece que cheguei ontem, vem a sensação de ver tanta coisa acontecer: turistas e moradores que vem e vão, amigos que chegam, amigos vão embora, novos negócios, novas lojas, empreendimentos maravilhosos ruirem, outros começando simples e se agigantando com enorme sucesso, fecha parque, abre parque, filhos nascem, crescem, estudam e num piscar de olhos saem de casa. Tem mais: trabalho…muito trabalho, fé desafiada, dúvidas, crises, dólar sobe, dólar cai, Brasil em crise, Brasil e mais Brasil…sempre notícias do Brasil, saudades, choro, risadas, diversão, empolgação, incertezas, prudência, mais saudades, novos amigos, reencontros, muita luta, muita fé, muita garra e determinação…essa é a vida do imigrante.

E para administrar tudo isso, você sabe o que é como é possível? Tendo muita cautela, buscando a luz de Deus em tudo que for fazer e levantar todas as manhãs, orando e enfrentando o novo dia sabendo que a América não é para amadores.

Ter foco é essencial, ainda mais numa terra de oportunidades como Orlando, onde a cada dia surge um negócio da década com uma fórmula mágica.

Neste mar de oportunidades, quem trabalha duro é reconhecido, porém precisa saber balancear bem as atividades pois a família não pode ficar em segundo plano, senão o sucesso profissional não terá valia alguma.

A receita é simples, não é nada fácil mas é simples: Deus em primeiro lugar, família unida e foco no seu trabalho ou negócio!

Nilza J Hedrick
Nasceu em Tanabi, São Paulo, em 1960. Foi comissária de bordo da TransBrasil e está em Orlando desde fevereiro de 1992. Desde 1994 é proprietária da Absolute Tour & Travel, Orlando, FL